Páginas

Seguidores

Matheus tem...

Guia Infantil

quarta-feira, 24 de novembro de 2010

Recebendo o selo do Bullying e aderindo a campanha!



Esse selo ganhei da Vivi do blog coisas de menino...e com ele veio as regrinhas...
1-Explicar o que é bullying
Bullying é uma situação que se caracteriza por atos agressivos verbais ou físicos de maneira repetitiva por parte de um ou mais alunos contra um ou mais colegas. O termo inglês refere-se ao verbo "ameaçar, intimidar". A versão digital desse tipo de comportamento é chamada de cyberbullying, quando as ameaças são propagadas pelo meio virtual. 
2-Contar se você já passou por isso ou não.Se sim(e for da sua vontade)conte sua história.Caso contrário expresse sua opinião sobre o assunto.
Sim,eu já passei por bullying na minha escola.Quem me conhece sabe que sou grandona,estrutura óssea larga,tenho 1.83 de altura,sou gordinha,calço número 43...
E na escola fui começar a sofrer bullying mesmo foi na adolescência.Ou era porque era muito grande,ou era por causa do meu pé!Quando era verão eu  ia de sandálias para  a escola,e meus colegas me chamavam de Pé grande.
Aos 16 anos,eu estava bem acima do peso das meninas da minha idade.Quando me mudei para Foz do Iguaçu,chegando lá...na escola eu era a única menina gorda da sala de aula.
Cheguei em casa,e me olhei no espelho.Apartir daquele dia prometi pra mim mesmo que nunca mais seria gorda!Então começaram os regimes...
No final do ano de 2000 voltei a morar com meus pais em Porto Alegre,daí já tinha conseguido perder alguns quilos.No ano seguinte,consegui um estágio em um dos hospitais públicos lá da cidade.No primeiro dia,o Dr.chefão lá do andar que eu ia trabalhar me chamou de gordinha(em outras palavras).
Daí comecei,a fazer regimes mais intensos...
Todo dia eu me pesava.Perdia um quilo por dia...ao todo foram 35 quilos perdidos!
Mas...no final de 2001,devido a uma unha incravada no dedão do pé direito,tive que passar por um procedimento de cantoplastia...e como nesse dia eu só tinha comido uma bergamota=mexirica;quando eu cheguei em casa fui tomar banho,passei mal desmaiei,e minha mãe me achou “mortinha no chão do banheiro”.
Resultado:Fui diagnosticada ter ANOREXIA,quebrei nessa queda um dos dentes frontais,ralei todo rosto no piso do boxe,e eu não conseguia mais parar de pé,pois só comia coisas verdes temperadas para não engordar!Se meu pai soltasse a minha camisola,eu caia que nem um boneco marionetes no chão.
Passei por um longo tratamento,mas logo “com medo de ser chamada de gorda”pelos outros dois anos depois tive BOLEMIA.
E por causa disso,antes de ter o Matheus em Outubro de 2004 eu perdi um bebê!E só pela misericórdia de Deus hoje estou viva para contar a minha história aqui!
E hoje como eu sou?!Gorda!Mas feliz!
Não vou esconder de vocês,que as vezes me incomodo em ser assim,mas não tenho a mínima vontade de me”matar”fazendo rigimes por causa dos rótulos que ganhava dos outros!
Por isso converso muito com Matheus sobre essas coisas.Porque ele tem uma mãe branca e gorda e um Pai preto e magro,mas que amamos ele mais que tudo nessa vida!

3-Divulgar o link do blog que deu inicio a circulação do selo:

4-Indicar mais 6 blogs que você acha que vão aderir a campanha:

Jú(Mil faces de Juliana)
Paty Charleaux(João Vitor meu maior tesouro)
Adri(confabulandoideais)
Kelly(Diário de mãe-retrato de mulher)
Regina(Vim pra ser feliz)
Danny(Nathália Presente de Deus)



11 comentários:

Chica disse...

Esse tema é importante e deve ser bem tratado .Não podemos aceitar. um beijo,tudo de bom,chica

LUA disse...

Nosssa que historia hein!!!
Assunto complicado, assunto não, assuntosss!Pq o bullyng neste caso deu ensejo a duas outras coisas que tb merecem ser tratadas com cuidado a anorexia e a bolemia...
Mas o importante é que vc venceu essa fase, e que o Matheusão vai entender que não importa se ele é filho de uma marciana com um verde de bolinha rosas, o que importa mesmo é ser feliz!!!!rsrsrs
bj bj bj

Juliana Ramos disse...

Fico feliz de vc ter superado isso e estar contando, não só essa, mas todas as histórias, aqui pra gente!!!
Parabéns!!!

Bjinhos

Ps.: Se o Matheus puxou a mãe, teremos um jogador de basquete para as olimpíadas de 2024...rsrsrsrs

Si disse...

é amiga... ainda bem que hj temos essa esclarecimento e a lei protegendo nossas crianças e adolescentes... sabe que tb sofri mto na escola, justamente pq era gorda... é uma fase mto dolorosa, para a criança, ser rejeitada, excluida pq não tem os "moldes" exigidos pela sociedade.... mas ainda bem que temos autoridades preocupadas com essa questão e que estão tentando mudar isso..... assim como nos tb.. precisamos divulgar e ensinar aos nossos filhos a essencia da vida... o AMOR... bjsss

Claudia disse...

Danny querida
Obrigada por compartilhar estes momentos.
Vc é transparente e isso é muito bom!
Muito interessante este selinho.
Te admiro muito, amiga.
Grande beijo

http://blogdaclauo.blogspot.com/

Patricia Charleaux disse...

Oi Danny obrigada pelo selinho, assim que puder vou postar sim,sou contra o bullyng, ainda mais que sou professora !!bjs

Chris Ferreira disse...

Oi Danny,
sabe que as pessoas que mais sofrem preconceitos são as gordas? Mais do que qualquer outro. Mais qo que o preconceito racial inclusive. Qualquer preconceito é horrível, é cruel. Mas contro o gordo é pior porque não é nem disfarçado.
Graças a Deus você está aqui para contar a sua história.
Que você seja feliz e amada do seu jeito todo especial que voê tem.
beijos
Chris
http://inventandocomamamae.blogspot.com/

Ana Carolina disse...

Nossa amiga que desabafo, é como isso é importante para alertar outras pessoas.

BJKS

Ana Carolina
www.quasemaepai.blogspot.com

Mãe Mochileira,filho malinha.. disse...

E uma baita historia amiga!! e como vc é altaaaaaa,rsrssr...
Mas relamente temos que alertar nossas crianças contra isso!! eu morro de medo de meu filho passa ro que passei..sofri muuito,so que o posto..é..quem acha que gente magra n sofre?? eu sempre fui muito,muito magra..as pernas fiiiiinas de dar dó..e meu apelido na escola era horrivel, fortes mesmo,sabe? smepre fui complexada por isso,e vc acredita que so vim ter coragem de usar saia eu ja tinha mais de 20 anos?? e ainda assim,super insegura,me achando horrivel,ficava econdida num canto da festa por pura vergonha... recusava passeios em praias e piscinas por pura vergonha...
As pessoas gordinhas sem duvida sofrem mt por isso,mas a gente tb passa a mesma coisa.. das duas formas, dos dois lados,é cruel isso! Eu era menosprezada pelos meninos da epoca da adolescencia,que tb nao queriam uma mulher magra..ja cheguei a ouvir piadinhas do genero: quem gosta de osso é cachorro!" e pr ai vai,´p vc ver..
HOje ,relament eeu n ligo..n sei dizer exatamente quando nem pq eu deixei isso de lado,e realment en ligo..as vezes quando uso uma saia ainda bate uma insegurança..mas procuro n pensar mt nisso..E o Enzo é magrelinho como eu, e ja escutou piadas..e morro de medo dele crescer com complexos,como eu..
Isso tem que parar e a informação é nossa melhor arma!!
parabens por contar sua historia,vc é uma guerreira!!
ah,sobre o email,vou te passar,tá!! vai ser barbaro se vc vier aqui!!!
beijaaao!
;-)

Luna disse...

Amiga, que história de arrepeiar! E serve de alerta para muitos pais.
Estamos em extremos opostos, sou baixinha 1,50m, e é claro que sempre ouvi muita piada sobre isso, mas tive muita sorte com as turmas que estudei, sempre fui muito bem acolhida e tinha muitas amigas para me defender desses comentários que gete maldosa sempre faz, acho que isso fez toda a diferença.
Mas você soube dar a volta por cima, eu já te adimirava muito, agora mais ainda.

Bjinhos

Luna e Felipe

selma pereira disse...

Oi Dany...isso é uma covardia mesmo e não deve ser tolerado e nem aceito por ninguém. No meu caso você acredita que hoje dou até risada do assunto, mas também lembro de como me sentia inferior aos outros e quanto doia, pois era criança né, e as crianças não deveriam nunca se sentir inferiorizadas.

Mas soubemos dar a volta por cima né amiga.

Bjs.
Selma

Bjs.
Selma