Páginas

Seguidores

Matheus tem...

Guia Infantil

quarta-feira, 11 de maio de 2011

Abrindo o coração...

Depois da linda tarde que passamos juntos em família sábado dia 07/05,bem no Domingo no Dia das mães o Matheus acordou diferente.
O papai logo viu que ele estava estranho.Não queria levantar,me deu aquele "Feliz Dia das mães"tão jururu...
Algo pior estava para acontecer.
Podem até achar que é drama,mas pra mim quando se fala em filho e crianças quando eles não estão bem é porque vem doença por aí.
Dito e feito!Falamos para ele levantar que iamos almoçar fora.Ele nem festa fez.
No almoço comeu pouco...a tarde a febre começou...
E da tarde de Domingo só veio parar no final da noite de segunda(09/05).A febre começava com 38,5ºC e chegou aos 39ºC.Pra vocês terem uma idéia,de Domingo para segunda gastei um tubinho todo de Alivium=Ibuprofeno para diminuir a febre do Matheus.
Para completar as tosses crônicas da rinite começaram a se manifestar.Daí pensei:
-Lá vem a Sra crise de rinite!Meu Deus!
Daí a minha consciência começou a pesar:
-Culpa minha que quis trabalhar e com essa função dele ter que sair no frio com chuva pela manhã cedo e  depois ir para outra escola durante a tarde,balançou bastante a imunidade do pequeno.
Sem falar que antes que eu não trabalhava o Matheus tinha crises,mas não eram assim,e nem ficava pegando doença toda hora.
Acabou que meu Dia das Mães nesse ano não teve muito sucesso,e na segunda não consegui ir trabalhar e fingir que nada estava acontecendo.Acordei pela manhã arrumei o pequeno e fomos para o consultório da homeopata.Graças a ajuda da secretária dela fomos encaixados e atendidos naquela manhã.
E como o pediatra que temos já é a 3ªvez que ele nos deixa na mão,liguei para o papai,pedi a ele que me pedisse para a colega dele o telefone da pediatra das meninas dela,e na correria toda ainda tivemos que trocar de pediatra.
É muita coisa para um dia só!Affff...
Na segunda no final da tarde,fomos então a 1ªconsulta com a nova pediatra do Matheus.Na verdade nós já nos conheciamos.Ela é a mãe da ex coleguinha de natação.
Logo de cara,já falei que tratamos o pequeno com homeopatia para depois ela poder dar remédios de acordo,que não atrapalhem o processo das homeopatias.
O diagnóstico foi o mesmo da homeopata:VIROSE!
Parece que tá tendo um surto de virose no RS,que dá febre dias seguidos,tosse,diarréia...perda de apetite...
Na noite de segunda já começamos o uso das homeopatias de apoio(para crises) e a febre cessou!
Graças a Deus!
Consegui atestado para segunda e terça-feira.
Ontem logo pela manhã sem querer o Matheus fez diarréia na cuequinha.Tadinho...veio todo constrangido dizer que não conseguiu segurar.Tivemos então que iniciar o uso do Pedialyte.
O pequeno não gosta muito de tomar...mas eu oferecia a ele de meia em meia hora na canequinha,e dizia que só aquele suco de tutti-frutti é que podia fazer a diarréia parar.Daí a base do choro...ele tomou...
Hoje pela manhã voltei a trabalhar.
Daí pedi par ao Papai ficar com ele em casa para não tirá-lo para a rua no frio e na umidade e ele levou o Matheus para a outra escola a tarde.
Hoje a tarde fui buscá-lo na escola "B",e a professora já fala:
-O Matheus hoje está bem jururu né mãe?
Ele tossiu bastante,eu dei as homeopatias para ele.
Quando chegamos em casa,eu vi que ele estava pálido,tossindo muito,também com o tempo que tivemos hoje nada conspirou a favor da melhora do Matheus.
Logo vi que ele teve uma recaída.Na verdade ele tinha que ficar essa semana toda em casa,mas como essa é a minha última semana de contrato,já faltei...e agora não posso mais ficar colocando atestado.E o papai já faltou dias atrás quando o pequeno teve febre.
Hoje até as minhas colegas estavam me falando...
-E se a tua empresa convidar pra ti ficar e te pagar mais?É a tua chance de depois poder fazer uma faculdade.
É...essa possiblidade com certeza vai existir.Amanhã meu chefe vai ter uma reunião.E acho que vão me convidar para ficar.
Mas eu depois de tudo isso já tenho a minha decisão!
Quem é que não precisa de dinheiro pra viver?!
Eu preciso sim!
Mas tem alguém que neste momento precisa muito mais de mim!
Meu filho!
Em lágrimas que escrevo:
-Essa pode ser a maior chance da minha vida de trabalhar numa empresa bem vista,Multinacional....o salário é razoavel...paga melhor do que aqui na cidade...mas eu não posso tocar isso em frente sendo que sei que meu filho é o prejudicado nessa história.
É muito fácil as pessoas me falar:
-Ah!Chama a tua mãe para cuidar dele!
-Paga alguém para cuidar dele na tua casa...
-O Matheus vai crescer e tu vai ficar para trás?!
Primeiro:A minha mãe trabalha para se sustentar.
Segundo:Todo mundo sabe que não é bem assim,colocar alguém estranho dentro da tua casa para cuidar de um filho.Até porque você não vai estar 24horas aqui para ver o que é feito com ele.
E terceiro:O Matheus vai crescer sim!Mas pelo menos eu não vou seguir em frente só por causa de uma boa grana a mais no mês sendo que NÃO ESTOU FELIZ ASSIM!E sei que isso vai prejudicar ainda mais a saúde do meu filho.
Sei que vai ter muita gente que vai me chamar de fraca,de covarde...
Muitas pessoas vão me criticar...mas e daí?!
Pelo menos eu posso dizer:
-Consegui cumprir o contrato de 3 meses e percebi que eu precisava passar por tudo isso para aprender a dar valor a vida que eu tinha e eu não valorizava.
Para você mãe que tá lendo esse post e que tá cansada de ficar em casa,espero que isso sirva de lição pra você...
Curta!Ame a sua vida de dona de casa,de mãe de filha enquanto você pode!
Tem muitas mulheres que hoje tem que trabalhar porque elas são o cabeça e precisam sustentar o seu lar.
Enquanto você e eu temos o privilégio de ter o marido que nos traga o pão de cada dia.Aproveite!
Claro que tem horas que a vida de dona de casa enche o saco...mas confesso que tenho saudades dessa vida!
DEPOIS DE MUITAS LÁGRIMAS...EU VOU PODER DIZER:
-PELO MENOS EU TENTEI!E VI QUE A MINHA FAMÍLIA É MUITO MAIS IMPORTANTE PARA MIM!
No momento a mamãe aqui está com o coração partido.
Mas sexta-feira dia 13/05 as 16:48 no momento que eu sair daquelas catracas da empresa eu quero dizer:
-EU CONSEGUI!
E vou voltar a ter o meu coração Feliz feliz....que nem esse que o Ursinho ali embaixo está abraçando!

Neste exato momento meu anjinho dorme.Ele se queixou de cansaço quando chegou da escola e nem quis brincar...Descansa filho!
Logo a gente vai ficar juntinho de novo...eu e você nos divertindo nas tardes frias que vem chegando por ai.
A mamãe te ama muito!


22 comentários:

Patricia Charleaux disse...

Melhoras pro Matheus!!!Vou pegar uns selinhos seus , mas outro dia!Bjs

Chris Ferreira disse...

Oi Danny,
espero que o Matheus melhrore logo.
O importante é você tomar uma decisão de acordo com os seus valores, as suas prioridades e necessidades. "Cada um sabe a dor e a delícia de ser o que é".
As oportunidades aparecem a cada dia e nós escolhemos quais realmente são oportunidades para o nosso momento.
Muito legal o relato da sua experiência.
beijos
Chris
http://inventandocomamamae.blogspot.com/

Kariny - Mamãe Cristã disse...

olha amada, por mim vc está APOIADÍSSIMA! não deve ser nada fácil mesmo tomar essa decisão afinal é uma conquista que vc vai ter que deixar pra trás, mas é por um bem muito maior que isso: o bem estar do seu filho, ele é o bem mais precioso que vc pode ter, e dinheiro nenhum no mundo paga o tempo que vc pode ter com ele. claro que a vida profissional é importante, é muito, mas se vc tem a oportunidade de ficar em casa e se dedicar mais a família, faça isso. eu sou dona-de-casa por opção, e ADORO, amo muito faço tudo com carinho, do meu jeito, acompanho de perto a Kamila, e recomendo essa vida a todas que puderem e quiserem.. beijos e melhoras pro Teteu!!

Chris Ferreira disse...

Oi Danny,
muito obrigada pela participação no sorteio e pela divulgação.
beijos
Chris
http://inventandocomamamae.blogspot.com/

✿ chica disse...

Nem me fala! Estou tancada dentr de casa com Neno com rinofaringite desde domingo à tarde...
E sou a vó dele...

Quanto ào trabalho essa decisão é tua.

Eu optei por parar quando meus 4 filhos estavam perto da adolescência.Abandonei o escritório, a carreira de advogada, que na real nada me agradava e nunca me arrependi.

Faz o que teu coração mandar. beijos,chica

Regina disse...

Danny!!! Que mãe é essa que vai dizer que você está sendo covarde??!! rsrrs... Cuidar dos nossos filhotes é a coisa mais importante que qualquer mãe tem a fazer!!
Lindo o seu relato, viu! adorei!
Essa semana inteira eu também não fui atender no consultório, meu filhote ta com sinusite, e tem que ficar em casa. Não tem problema nenhum, já perdi muitos pacientes por causa disso, mas o cuidado do meu filho vem em primeiro lugar!
beijos
fiquem com Deus

Flavia Guedelha disse...

O importante é você estar feliz. Que o Matheus melhore logo.

selma pereira disse...

Oi Danny...como nós mães sofremos e nos sentimos culpadas por tudo que acontece de ruim com nossos pequenos.Mas acho que tomou a decisão pelo seu coração, e isso é o importante.Oportunidades vão umas e vêm outras, agorra filho é insubtituível mesmo, nada vale mais que eles.

Também estou no dilema e sofrendo muito, escrevi no blog sobre isso.

Melhoras pra o Matheus e fique em paz Amiga.

Bjs.
Selma

Ana disse...

Miga, primeiro um grande abraço nesse coração.

Se essa decisão é bom para vc e para seu filho te apoio total!
Outras oportunidade virão. Deixe uma porta aberta nessa sua empresa. Quem sabe quando for a hora certa vc não volta?

Melhoras ao Matheus!
Alergias, viroses, essa época do ano é dose :/

Beijos!

Geovana Centeno disse...

oi minha flor super entendo a tua decisão, as vezes me queixo de ficar em casa, mas não troco isso aqui por trabalho algum, graças a Deus posso ficar em casa e me dedicar aos filhotes...tem meu apoio, eles crescem tao ligeiro e quando tu olhou pra tras ja era...beijcoas no filhote e espero melhoras.

Jackie disse...

Oi flor te vi lá no blog da Genis e resolvi passar pra conhcer seu cantinho... To passando por essa fase do davi viver adoecendo, também fomos á homeopar=ta ontem, minha 1ª tentativa pra ver se consigo melhorar essas tosses horroras dele, pelo jeito o Davi tem rinite como o Matheus e isso acaba com agente né, sair pra trabalhar e deixar o coração em casa,e olha que o Davi fica com a minha mãe, ele não vai tão cedo a uma escolinha e mesmo assim, desde que voltei a trabalhar ele já teve 1 pneumonia, vive gripado e na pascoa teve bronquilolite...

Pro matheus o tratamento homeopata tá ajudando????????

bjusssssssssssssssssssss

Mãe Mochileira, Filho Malinha.. disse...

Que lindo Dan..estou com vc..faça sempre aquilo que seu coração mandar..sei bem o que é isso,ja conversei diversas vezes com vc sobre isso..realmente n é uma decisão facil nao..pesa muita coisa,em especial a grana..passei por isso..larguei um baita emprego em uma puta emrpesa..mas cansei de nunca ver meu filho.A vida passa rapido demais e a gente tem que aproveitar cada segundo dela..vc esta certa quando diz que quem tem a opção de ficar em casa( e ficar em paz no quesito grana) tem mt sorte mesmo..
é preciso muita paz de espirito para saber trabalhar fora e lidar com a culpa sem neuras..eu quse pirei c isso..hj me controlo e administro bem..mas basta ele ficar dodoi que eu fraquejo...sinto cada palavra q vc disse como minha..mas olha..nunca fui tao feliz no dia q assinei minha carta de demissao daquela empresa..rsrs..
Boa sorte para vc e melhoras ao pequeno..adoro vc!
Bjão e fica c Deus!!!
;-)

Tatiana Bonotto Cake Designer disse...

Oieee... voltei para convidar você para o sorteio que estou fazendo no meu blog.

O sorteio acontece 15/06/2011
Será mix de doce.
Boa sorte!!

www.tatidesignercake.blogspot.com

Fator Mamãe disse...

Olá Danny,
Meu nome é Simone, também tenho um blog de mãe e fiquei realmente emotiva com o seu post.
Fazer a escolha de ficar com os filhos em período integral na minha opinião é um ato de coragem, um ato de extremo amor, pois você vê o que realmente é importante nesta vida.
Também fiz essa opção quando o meu primeiro filho nasceu, hoje ele tem 4 anos e o mais novo 2 e ainda permaneço na minha profissão de mãe.
Assim como você também tive vontade de voltar a trabalhar fora, de ter aquela rotina externa, poder ver o mundo, conhecer pessoas, enfim me sentir útil e ganhar o meu próprio dinheiro, mas quando olho para os meus pequenos e vejo que estou participando de tudo, curtindo cada momento, cuidando dos dois nos dias em que não estão bem e os vendo dormir nas tarde frias, me dá uma paz enorme e sensação de que estou fazendo o que é certo e um dia lá na frente falarei pra mim mesma que valeu a pena!
Os filhos crescem muito rápido e um dia eles não precisarão mais de nós assim como precisam agora, então vamos aproveitar para cuidar, abraçar, brincar, beijar e educar, pois a hora é agora.
Acho que Deus apóia qualquer atitude de amor e com certeza a que tivemos foi aprovada desde sempre!
Beijos e até mais,
Simone Fator
www.fatormamae.com

Dani disse...

Daiane, ver um filho doente é de partir o coração de qualquer mãe e saber que poderíamos de alguma forma dar a ele um certo conforto e não podemos por causa do trabalho, também nos tira do eixo.
Na minha vida essa maternagem exclusiva aconteceu por acaso, qdo marido passou num concurso em outra cidade. E foi muito bom pra eles e muito bom pra mim também. Os filhos crescem rápido demais e esse tempo com eles foi muito, muito precioso pra mim.
Parabéns pela coragem que vc teve. Não é fácil, mas vc conseguiu!

Beijo

Vivian disse...

Ah Danny, seu coração é que manda, amiga! Cuidei exclusivamente do Gá até hj e nao me arrependo. Voltarei a trabalhar e Gá começará a escolinha. Por mim, cuidaria dele ainda por mais 20 anos... hahahah, mas não dá!

Se vc acha que é necessário ficar e cuidar do seu pequeno, nesse momento, faça isso, vc se sentirá bem melhor e ele vai adorar, tenho certeza!
Bjo grande!

Paty Fortunato disse...

Não tem coisa pior pra uma mãe ver seu filho dodói.Corta o coração da gente!
Amiga, eu sempre trabalhei fora, mais quando meu filho nasceu optei em cuidar dele em perído integral e não me arrependo disso. A vantagem é q sou dona do meu próprio negócio e posso voltar quando quizer. Mais mesmo q não fosse tomaria essa decisão.
Ninguém cuida de uma criança melhor q a mãe.A dedicação é mto maior,é claro.
Q ver um pequeno exemplo? Meu filho come igual um pinto super devagar.tenho q ter a maior paciência,tipo 1h para q ele coma bem. Até minha mãe q é uma vó super dedicada pra ele não tem essa paciência rs...coisas de mãe.
Melhoras para o Matheus.

Beijocas!

Luciana disse...

Oi Daiane, passei por isso de forma diferente. Parei de trabalhar quando me casei há 15 anos atrás, meu marido viajava bastante a trabalho e eu o acompanhava nessas viagens. Meu pequeno nasceu 6 longos anos depois de casados, hj ele tem 9 anos. Me dediquei por inteiro na educação dele, decisão tomada de comum acordo entre eu e o meu marido, mas de uns 2 anos p/ cá me via pensando na possibilidade de voltar a trabalhar e aí começou a minha angústia. Queria voltar, mas não queria perder nadinha da vida dele como levar a escola, futebol, passear na praia num dia de sol no meio da semana, ficar c/ ele bem agarradinha quando ele fica doente, ajudá-lo nos deveres da escola...enfim não queria abrir mão disso por nada desse mundo. Meu marido sempre me incentivou a ficar em casa, me dizia que a gente só tinha a ganhar na educação dele e que se realmente eu estava querendo trabalhar p/ me sentir ocupada, que eu deveria encontrar uma atividade que me desse prazer e que me ocupasse de fato. Fiz alguns cursos de capacitação, pois estou muito tempo fora do mercado de trabalho, mas na hora H...não consegui...como iria deixar meu tesouro nas mãos de pessoas desconhecidas, não tenho minha família por perto p/ me dar um suporte de vez em quando, teria sempre que recorrer a desconhecidos....não definitivamente não é isso que quero p/ mim. E descobri o que tanto procurava...eu já tenho a atividade que me completa e me faz extremamente feliz que é cuidar do meu filho, tenho muito prazer em cuidar dele e ele sinaliza sempre isso p/ mim. No dia das mães ele pintou um cartão que estava escrito assim: "Mãe, o que eu mais amo em vc é que vc cuida de mim e está sempre comigo, isso é um privilégio!" Sinceramente sou muito feliz c/ a minha escolha e espero que vc tb seja...bjs!!!

BLOG DE UMA ROSA disse...

Olá Danny Querida! Fiquei muito comovida com o seu post porque eu também tenho essa vontade de largar tudo e ficar em casa com o meu filho, hoje mesmo senti que ele ficou triste quando fui trabalhar, é de cortar o coração, mesmo ele ficando com a minha mãe e sendo bem cuidado sei que ele precisa mais de mim e da minha presença, deixe quem quiser te criticar mas acho que você fez uma boa escolha, não é justo sacrificar nossos filhos pelo simples fato de querer mais dinheiro, espero que você fique bem e que não se sinta culpada por nada pois tenho certeza que tudo que fez foi pensando em dar uma vida melhor para ele. Fique Bem. Um Grande Beijo.

✿ chica disse...

Agora que vi, já tinha comentado aqui, mas deve ter sumido naquele dia...

Faz o que teu coração pede...É importante te sentir bem.Isso é o que vale. beijos,chica

Adriana disse...

Oi flor! só hoje lí o seu post, tadinho do Matheus, ficou tão dodói. Eu culpo esse nosso clima que uma hora tá frio, depois esquenta, tá de matar mesmo né? aqui na escola tá um surto de virose, um monte de criança e adulto doente.

Sobre largar seu serviço, acho que ninguém pode falar melhor e mais alto que o seu coração. Acho que uma criança não é mais ou menos amada por ficar em casa ou na escola e fico puta de raiva com quem pensa assim, mas o coração da gente tem que estar feliz e tranquilo, certo da escolha , pra poder refletir na felicidade e bem estar dos nossos pequenos né?

Tenho certeza de que vc tomará a melhor decisão.

beijinhos

Misturação - Ana Karla disse...

Danny, estou feliz pela sua visão de mãezona.
Nem toda mulher nasce para ser mãe, mas a mulher que nasce para ser mãe, tem que curtir e cuidar sim, com muita atenção e carinho.
Muitas tem esse privilégio mesmo de ter um bom marido que sustenta a casa e apóia, mas sabemos que uma grande maioria não é assim.
Passei por momentos parecidos com o seu e hoje afirmo com toda convicção e felicidade, que fiz a melhor coisa para mim e meus filhos.
deixei de trabalhar e tive e tenho um retorno maravilhoso.
Estou concluindo uma graduação em Pedagogia, ganho meu dinheirinho com aulas particulares e assim vou me realizando totalmente.
Sem falar que sou reconhecida por tudo o que faço.
Mas vamos combinar que cuidar de casa é um saco mesmo. kkkkkkkkkk
Então Danny, se dar pra você ficar em casa, então fica sim, sem nenhum remorso, pelo contrário.
Tudo de bom.
Xeros